Eventos

Programação Completa do III Seminário Brasil-Colômbia de Estudos e Práticas da Compreensão

frente-rotativo-1

O III Seminário de Estudos e Práticas de Compreensão é parte dos trabalhos do projeto de pesquisa “A compreensão como método”, desenvolvido conjuntamente por pesquisadores brasileiros (Faculdade Cásper Líbero) e colombianos (Universidade de Antioquia).

Num mundo às vezes assustadoramente marcado por expressões de ódio, violência e intolerância, convidamos você a refletir junto conosco sobre o tema da compreensão, tanto no universo do estudo, da pesquisa e da produção de conhecimentos, quando da vida pessoal, social e política.

O método da compreensão interpela o saber acadêmico a se rebelar contra o domínio da produção em série, a competição e o desprezo pelo outro. Defende o estatuto cognitivo de práticas de conhecimento não administradas pelo absolutismo da ciência e da técnica. Convoca para a dialogia dos saberes no trabalho e na escola, na empresa e onde as pessoas vivem, no universo da cultura e na labuta incessante por cidadania, participação política, justiça e paz.

Uma iniciativa do grupo de pesquisa “Comunicação, Diálogo e Compreensão”, do Mestrado em  Comunicação da Faculdade Cásper Líbero, com o apoio da Fapesp.

 Público: Professores e alunos do programa de Mestrado da Cásper Líbero; professores e alunos do programa de Pós-Graduação Lato Sensu e de Graduação da http://www.dacompreensao.com.br/2017/11/26/153/Cásper Líbero; Pesquisadores, professores e estudantes de Comunicação das demais instituições de ensino superior da Grande São Paulo bem como profissionais do mercado interessados no assunto.

Inscrições: Alunos da Graduação (Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Rádio,TV e Internet), Pós-Graduação e Mestrado devem enviar previamente um e-mail com seu nome, RA, turma e as mesas escolhidas para participar para eventos@fcl.com.br. Público externo deve enviar nome completo, RG, instituição que representa e as mesas escolhidas para participar para eventos@fcl.com.br. Feito isto, aguardar a confirmação de inscrição.

Informações sobre créditos: Mestrandos interessados em obter 1 (um) crédito em seminário (equivalente a 15 horas de trabalho) devem se inscrever e participar da Mesa 1 (Abertura), na tarde do dia 4 de dezembro, e de mais 2 (duas) mesas, à sua escolha.  Até o dia 31 de janeiro de 2018, deverão entregar na secretaria uma resenha, com pelo menos 10 (dez) páginas, sobre as mesas de que participou, junto com cópias dos certificados.

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

SEGUNDA-FEIRA, 4 DE DEZEMBRO

4/12/17 – Segunda à tarde (14h-18h)

 

MESA 1 (ABERTURA): ASPECTOS METODOLÓGICOS E EPISTEMOLÓGICOS DA COMPREENSÃO COMO MÉTODO

Mediação: Carolina Klautau

Local: Sala Aloysio Biondi

Sessão de abertura

OS TRÊS ANOS DO PROJETO “A COMPREENSÃO COMO MÉTODO”

Dimas A. Künsch (Faculdade Cásper Líbero)

Raúl Osorio Vargas (Universidade de Medellín)

Lançamento do site do grupo de pesquisa “Comunicação, Diálogo e Compreensão”

Giselle Freire

Luís Matias Santos

 

Apresentação de trabalhos

 

Ana Luiza Coiro Moraes

COMPREENDENDO O CONCEITO DE REPRESENTAÇÃO EM STUART HALL

Carlos Roberto da Costa e José Geraldo de Oliveira

ENSAIO, INTERFACE E COMPREENSÃO II: A interface como ferramenta e o ensaio como modo de exposição de conhecimento

Cláudio Novaes Pinto Coelho

PODER, POLÍTICA E DIÁLOGO EM HANNAH ARENDT: Compreensão e dialética

Dimas A. Künsch

PRINCÍPIOS EPISTEMOLÓGICOS DA COMPREENSÃO COMO MÉTODO: Signo da explicação e signo da compreensão

Luís Mauro Sá Martino e Ângela Marques

A VIVÊNCIA DOS CONCEITOS NA EPISTEMOLOGIA DA COMPREENSÃO

Mauro Araujo de Sousa

EPISTEMOLOGIA DA COMPREENSÃO EM VIÉS NIETZSCHIANO

Pedro Torres Debs Brito

CONTRIBUIÇÕES EPISTEMOLÓGICAS PARA A COMPREENSÃO: Um olhar atento para o pensamento de Hilton Japiassu

Raúl Hernando Osorio Vargas

LA COMPRENSIÓN: Método y epistemología para la paz colombiana

 

 

4/12/17 – Segunda à noite (19h-22h) Sala 15 – 5° andar 

MESA 2: MÉTODO DA COMPREENSÃO: OLHARES COLOMBIANOS

Mediação: Raúl Osorio Vargas

 

Sessão 1: Apresentação de trabalhos

Alejandro Muñoz Cano

DANZA – DIÁLOGO INTERCULTURAL: Maloka Fareka camino de comprensión

Juan Camilo Arboleda Alzate

LA INSTRUMENTALIZACIÓN DE LOS MEDIOS DIGITALES – ESTUDIO DE CASO: Experiencia de formación/aprendizaje en periodismo en escenarios convergentes

 Juan David Londoño Isaza

DE LA VERDAD OBJETIVA A LA COMPRENSIÓN CONFIABLE: Una reflexión sobre el compromiso del periodismo con la verdad

Marcos Fidel Vega Seña

LA RADIO Y LA COMPRENSIÓN CULTURAL: Conocer las músicas andinas de la contemporaneidad

Pedro Agudelo Rendón

EL MÉTODO ECFRÁSTICO Y LOS MEDIOS DE LA COMPRENSIÓN

Ramón D. Pineda Cardonal

SEXO EN LA PANTALLA, SEXO EN LAS BUTACAS: Una inmersión-comprensión en las penumbras de las salas X

Sessão 2: Reunião do Grupo de Pesquisa “Comunicação,
Diálogo e Compreensão”

 

Dimas A. Künsch

Raúl Osório Vargas

NOVO PROJETO DE PESQUISA (2018-2020): O MÉTODO DA COMPREENSÃO E O ENSAIO NA AMÉRICA LATINA

 

 

TERÇA-FEIRA, 5 DE DEZEMBRO

5/12/17 – Terça à tarde (14h-17h)

MESA 3: RELIGIÃO, MITO E COMPREENSÃO

Mediação:  Dimas A. Künsch

Local: Sala Aloysio Biondi

Sessão de abertura

A UMBANDA E O PRINCÍPIO DA COMPREENSÃO

Renata Jahn Martins Daher (Mãe Renata de Obá)

 

Apresentação de trabalhos

 

Carolina Chamizo

ENTRE SABERES: O abraço compreensivo da ciência e do mito

Carolina Klautau

COMUNICAÇÃO, MITO E SINCRONICIDADE: Um olhar sobre a obra de Mircea Eliade

Jaime Peralta

SEMANA SANTA EN EL CHOCÓ: Los “días misteriosos” de la cosmogonía negra del Pacífico colombiano

Júlia Gravalos Benini

A ARTE COMO UM SABER DO MUNDO: A religiosidade em Artemísia Gentileschi, Harriet Powers e Djanira da Motta e Silva

Rodrigo Volponi e Roberto Chiachiri

O ATO DE COMPREENDER NA CONSULTA MEDIÚNICA: Um diálogo ensaístico entre guia, médium  e consulente no terreiro de Umbanda

 

 

MESA-REDONDA

5/12/17 – Terça à noite (19h-22h)

 

DA GUERRILHA PARA A POLÍTICA: OS ACORDOS DE PAZ NA COLÔMBIA

Mediação: Cilene Victor

Local: Teatro Cásper Líbero

Debatedores colombianos

Pietro Alarcón (PUC-SP)

Raúl Osorio Vargas (Universidad de Antioquia)

Depoimentos

“As cicatrizes de uma guerra que não vi”

María Paula Hernández Bergsneider

(Estudante de jornalismo colombiana, intercambista na Cásper Líbero)

 “A paz na Colômbia enfrenta desafios”

Mariana Ghirello

(Jornalista brasileira, desde janeiro de 2016 na Colômbia)

 

Lançamento de livros do projeto “A compreensão como método”

Dimas A. Künsch

 

QUARTA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO

 6/12/17 – Quarta à tarde (14h-17h)

Sala 15 – 5° andar

 

MESA 4: PERFIS DE JORNALISTAS E COMPREENSÃO

Mediação: Roberto Fideli

 

Sessão de abertura

PROJETO “JORNALISTANDO”: Perfis de jornalistas e compreensão em sala de aula

Renata Carraro

Karine Seimoha

 

Apresentação de trabalhos

 

Damaris Almeida Barros

THAÍS NALDONI: O mundo pelo olhar de uma criança

Giovanna Meneguim

CAMILA MORAES: Uma viajante nas estradas do jornalismo

Jayane Condulo

ELIANE BRUM: Eliane Brum está de luto

Kaique Dalapola

TATIANA MERLINO: A mulher que virou jornalista cinco anos antes de nascer

Quezia Barbosa

ADRIANA CARRANCA: De carona numa viagem jornalística

 

 

6/12/17 – Quarta à noite (19h-22h)

Mesa 5: Sala 15 – 5° andar

Mesa 6: Sala 16 – 5° andar

 

MESA 5: REPORTAGEM JORNALÍSTICA E COMPREENSÃO

Mediação: Giselle Freire

 

Anselmo José Ferreira da Silva

A CRÔNICA JORNALÍSTICA E SUA EVOLUÇÃO NO BRASIL

Bruno Chiaroni

O JORNALISMO DE PRESENÇA NA CRÔNICA TELEVISUAL DE FERNANDO GABEIRA

Gabriel Lage Neto

VIOLÊNCIA MIDIÁTICA: A superficialidade do discurso do telejornalismo policial

 Guilherme Azevedo

ANOTAÇÕES SOBRE A MAGIA DA REPORTAGEM: Elementos sentidos e pressentidos do encontro entre repórter e entrevistados

 Mateus Yuri Passos

OS JORNALISMOS DE JOSEPH MITCHELL: Princípios para a reportagem compreensiva

 Michelle Prazeres

JORNALISMO LENTO: Tensões e possibilidades da comunicação afetiva em ambientes digitais

 Tayane Abib e Mauro de Souza Ventura

O UNIVERSO DOS DESACONTECIMENTOS EM DIÁLOGO COM A EPISTEMOLOGIA COMPLEXO-COMPREENSIVA: Conciliações possíveis no percurso narrativo de Eliane Brum

 

6/12/17 – Quarta à noite (19h-22h)

 

MESA 6:  A COMPREENSÃO COMO MÉTODO: ASPECTOS METODOLÓGICOS E
EPISTEMOLÓGICOS

Mediação: Carol Máximo

 

André de Paiva Bonillo Fernandes

ROUSSEAU 2.0: Ou da compreensão pelo sujeito virtual

Everton de Brito Dias

COMPREENDENDO EM SI: Um olhar em múltiplas perspectivas sobre a compreensão

José Eugenio de Oliveira Menezes e Mauro de Souza Ventura

MÚSICA DE CÂMARA, CULTURA DO OUVIR E COMPREENSÃO: Contribuições de Otto Maria Carpeaux e Vilém Flusser

 Marcelo Lemos Correia e Lucilene Cury

TEORIA DA COMPREENSÃO E SAÚDE COLETIVA: Um estudo sobre o aumento dos casos de infecção por HIV no Brasil

 Maria Angélica Aleixo Beck Lourenço

O EU DA COMPREENSÃO E O ATO PRESENCIAL: Comunicação e relação Face-a-Face

 Maria Paula Hernández Bergsneider

LO QUE SOMOS Y LO QUE CREEMOS QUE SOMOS: Transformaciones en la apropiación social del Mercado Municipal de Sao Paulo

 

QUINTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO 

7/12/17 – Quinta à tarde (14h-17h)

Sala 15 – 5° andar

 

 

MESA 7: A COMPREENSÃO E O FEMININO

Mediação:  Gabi Colicigno

 

Ana Cristina Vidal de Castro Ortiz e Pedro Henrique Falco Ortiz

A COMPREENSÃO REBELDE DE NISE DA SILVEIRA: Legado, trajetória e as inovações de uma mulher à frente do seu tempo

Caroline Arice

A IMPORTÂNCIA DA COMPREENSÃO NA PUBLICIDADE: A evolução da representação da mulher nas narrativas publicitárias

Jaqueline Lemos

NARRATIVAS E EXPERIÊNCIAS DE MULHERES NA GUERRA: Sob o olhar compreensivo de Svetlana Aleksiévitch

Mara Rovida

DIÁLOGO SOCIAL SOLIDÁRIO: Uma abordagem possível

Nathalia Garcia Parra, Isadora Figueiredo Pinheiro e Claudia Ramos Ratti

MULHERES E CIDADE: As relações de gênero no espaço público de São Paulo

Samantha Maia Araujo

A QUADRA TAMBÉM É DELAS: A prática do basquete como forma de compreensão da cidadania das mulheres

 

7/12/17 – Quinta à noite (19h-22h)

Mesa 8: Sala 15 – 5° andar

Mesa 9: Sala 16 – 5° andar

 

MESA 8: RELAÇÕES PÚBLICAS, DIALOGIA E COMPREENSÃO

Mediação: Viviane Mansi

 

Artur Barretti Mascarenhas

VIESES E HEURÍSTICAS: Compreendendo nossa própria irracionalidade

Bruna Gomes Mascarenhas

AS FORÇAS INTANGÍVEIS DA MOTIVAÇÃO: Compreensão, empatia e significado

Carolina Lauro Maximo

DIÁLOGOS ORGANIZACIONAIS CONTRA A ESCRAVIDÃO MODERNA 

Marina Vasconcelos

O MÉTODO DA COMPREENSÃO PARA AS RELAÇÕES PÚBLICAS

 Patricia Galante de Sá

ALTERIDADE, EMPATIA E CAOS: O uso dos métodos generativos para compreender o outro e regenerar relações

Rafael Gomes da Silva

DIÁLOGO ENTRE LÉVINAS E AS RELAÇÕES PÚBLICAS NA PERSPECTIVA DE COMPREENSÃO DO OUTRO 

Viviane Mansi

AS CONTRIBUIÇÕES DA ABORDAGEM APRECIATIVA E DA COMPREENSÃO NA COMUNICAÇÃO DE LIDERANÇA

William Antonio Cerantola

COMUNICAÇÃO DA LIDERANÇA E DIÁLOGO NO CONTEXTO DA COMUNICAÇÃO EM REDE

 

7/12/17 – Quinta à noite (19h-22h)

 

MESA 9: COMPREENSÃO E ALTERIDADE

Mediação: Luís Matias Santos

 

Cilene Victor e Mariana Ghirello

DESLOCAMENTOS FORÇADOS NO BRASIL E NA COLÔMBIA: Análise comparativa do jornalismo humanitário nos dois países

Giselle Freire Borges Coelho

JORNALISMO INTERPRETATIVO E DIALÓGICO: Caminhos para inclusão de crianças com deficiências nas narrativas midiáticas

Guilherme Martins Batista

EPISTEMOLOGIA DO AFETO NAS OBRAS DE CREMILDA MEDINA E MUNIZ SODRÉ

Karine Seimoha

A IMPORTÂNCIA DE COMPREENDER A CRISE DOS REFUGIADOS: Observando a crise dos refugiados pela lente da compreensão

Luciana Pelaes Rossetto e Fábio Silvestre Cardoso

NARRATIVA DO DESPREZO: Alteridade no jornalismo

Paulo Emílio de Paiva Bonillo Fernandes

NOTAS PRELIMINARES A UMA CERTA ESTÉTICA DA COMUNICAÇÃO: Sobre alteridade e sensibilidade na perspectiva da compreensão como método

Paulo Pompermaier

GÊNESE DE UM CORPO COMPREENSIVO: A dimensão do corpo na construção de um diálogo compreensivo

 

Rosa Maria Martins Silva

MENORES ESTRANGEIROS NA REVISTA ESPERANÇA: A Comunicação como meio para compreender a Alteridade

 

SEXTA-FEIRA, 8 DE DEZEMBRO8/12/17 – Sexta pela manhã
(9h-12h)

MESA 10: NARRATIVAS, CONHECIMENTO E COMPREENSÃO

Mediação: Dimas A. Künsch

Local: Sala 15 – 5° andar

Bruno Felberg

A MULTIPERSPECTIVIDADE NO COMENTÁRIO ESPORTIVO: Como saberes de jornalistas e ex-jogadores de futebol podem dialogar entre si

Elcio Padovez

SEMENTES DE COMPREENSÃO EM TEMPOS SOMBRIOS DE INTOLERÂNCIA E TOTALITARISMO

Leonardo Levatti

O PODCAST MAMILOS COMO AMBIENTE DIALÓGICO E POLIFÔNICO: Epistemologia da compreensão e vínculos sonoros

Luís Matias Santos

COMIDA E COMUNICAÇÃO: Contribuições das teorias da complexidade (Morin) e do dialogismo (Bakhtin) 

Tania Lisboa

A INVISIBILIDADE DA CRISE HUMANITÁRIA NA MÍDIA

Thiago Soares de Souza

A COMPREENSÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DO MEDO: O papel dos programas jornalísticos da televisão aberta

Ulisses Gustavo P. Pena

EU-TU, ISSO, E O JOGO? Inóspito corpo.

 

8/12/17 – Sexta à tarde (14h-17h)

14h às 17h (Mesa 11)

Sala 15 – 5° andar

 

MESA 11: FICÇÃO CIENTÍFICA, JOGO E COMPREENSÃO

Mediação: Mateus Yuri Passos

 

Alcebiades Diniz Miguel

IDIOMAS NO EXÍLIO: Algumas expressões contemporâneas da linguagem do exílio – de Xul Solar à contemporaneidade

Daniele Padovani

POKÉMON GO – O JOGO: Sua influência nas relações sociais e urbanas

http://www.dacompreensao.com.br/2017/11/26/153/Erica Azzellini

CIÊNCIA E COMPREENSÃO EM ISAAC ASIMOV: O processo científico como experiência humana

Kaluan Bernardo e Luiz Barna

OVERWATCH E IDENTIDADES: Como o jogo busca criar vínculos identitários entre jogadores e personagens

Roberto Fideli

GÊNERO, MITO E CONHECIMENTO: “A mão esquerda da escuridão”, de Ursula LeGuin

Tadeu Rodrigues Iuama

LAÇO, RITO, MÁSCARA & MIMESE: Um olhar para o brincar sob a ótica da compreensão

 

VOLTAR: Eventos/III Seminário

 

O pesquisador colombiano Pedro Agudelo Rendón, um dos vencedores do Prêmio Casa de las Américas 2017.

Pesquisador integrante do projeto de pesquisa “A compreensão como método” vence Prêmio Literário da Casa de Las Américas

Prêmios
18953215_1937656786516737_5324258679940986097_o

III Seminário Brasil-Colômbia de Estudos e Práticas de Compreensão

Eventos